segunda-feira, 18 de agosto de 2008

ÁGUA&FLORESTA DANÇANDO PAGODE!!!




Políticas para a preservação da Água e Floresta – Ivy
Há três semanas comecei um novo desafio na minha vida profissional: virei professora. Venho estudando muito pra isso e, finalmente, tenho uma oportunidade de viver essa experiência. Sempre gostei de trocar conhecimentos, e acho que todos podem aprender e ao mesmo tempo ensinar algo.

Uma das turmas é do curso de Hotelaria, e estamos estudando a gestão ambiental nos meios de hospedagem. Discutimos muito sobre os aspectos e impactos ambientais e sugestões de como tornar a atividade menos poluidora. Na aula de hoje, um aluno levou um DVD do grupo “Jeito Moleque” para apresentar aos alunos. Me desculpem os pagodeiros, não gosto do gênero, mas a iniciativa do grupo é bem interessante.

Eles queriam agregar à gravação uma mensagem ambiental, tendo em vista toda a discussão sobre as mudanças climáticas e sobre a ação do ser humano sobre o meio ambiente. Por fim, decidiram gravar o DVD na Amazônia, compensar as emissões de Gases de Efeito Estufa através de plantio de árvores e tomar os devidos cuidados em relação aos impactos ambientais da gravação com o apoio da coordenadora de gestão ambiental da UNISINOS (Universidade de São Leopoldo – RS).

Existem vários aspectos contestáveis, como por exemplo fazer um show desse porte no meio da floresta, ou mesmo a enorme quantidade de gases de efeito estufa gerados (mesmo com a compensação, o ideal é se trabalhar a NÃO geração), enfim, analisando com profundidade muitas coisas podem surgir. O fato é que os meninos levantaram uma discussão sobre a Amazônia, a água e a floresta de uma forma massiva, com um alcance só possível aos “astros” da mídia. Espero que o público deles seja sensível ao trabalho mostrado e também pense sobre sua responsabilidade ambiental.

Ao mesmo tempo, parabenizo o grupo por levantar a bandeira e mostrar ao seu grande (!) público um exemplo de responsabilidade (mesmo que se possa contestar). Fica aqui a dica para assistirem o DVD. Para quem não gosta de pagode, como eu, recomendo que vá direto aos Extras, onde está a discussão ambiental.

Até a próxima!

2 comentários:

Elson Teixeira Cardoso disse...

Ivy:
Compartilho de sua opinião sobre pagode e visão sobre as consequências de um show musical em plena floresta amazônica. Não seria o caso de incluírem cenas da floresta num telão ao fundo?
Gostei deste point, vou vir aqui sempre.
Parabéns esverdeados!!

Ivy disse...

Hehehehe, que bom que você gostou do "point" Elson!

Confira porque hoje foi citado no meu texto!

Beijão!